sexta-feira, 5 de dezembro de 2008


















Hoje simplesmente o que se passa aqui dentro...

é o Silêncio...

como pluma, como vento, calmo e suave...

Silêncio, na verdade não se tem totalmente, mas já consegue sentir uma parte grande dele, e só existe quando Deus se faz presente...

Respiro fundo, e apenas o que ouço é o som da minha respiração, sinto o calor do vento e vejo mais forte a luz do coração...

Me sinto assim...

15 comentários:

Anônimo disse...

O SILÊNCIO

Convivência entre o poeta e o leitor, só no silêncio da leitura a sós. A sós, os dois. Isto é, livro e leitor. Este não quer saber de terceiros, n ão quer que interpretem, que cantem, que dancem um poema. O verdadeiro amador de poemas ama em silêncio...

Mario Quintana - A vaca e o hipogrifo

Bom final de semana.

Bjks, Silvia

Salamandra disse...

Olá *Ana*

Muito bonito, até esse estado de silêncio.
Quem não vive só com a embalagem mas com a alma encontra isso tudo no silêncio e muito mais.

Parabéns pois sinto que a sua inspiração vem de muita entrega ao Uno( a Deus ).

Um abraço de alma
Salamandra

neide disse...

É bom esse silêncio, nos ouvir, nos conhecer e encontrar Deus dentro de nós. Linda minha querida.


Bjs no seu coração

meus instantes e momentos disse...

Parabens ótimo texto. Muito bom.
Tenha um feliz final de semana.
Maurizio

ลndreia disse...

Há dias assim... *

O Profeta disse...

Este Mar que beija a Ilha
Traz de longe sonhos perdidos
Adormece na areia e deixa
Na espuma mil e um segredos

Meus sonhos são estrelas que semeio no espaço
São corpo nu que vagueia pela saudade
Brotam e correm para o Mar
Enfrentam a dor a tempestade



Bom domingo



Doce beijo

Cadinho RoCo disse...

Este seu estado é maravilhoso em que pela contemplação do âmago a percepção torna-se por demais aguçada.
Cadinho RoCo

GaBe disse...

o silêncio por vezes é a melhor coisa.As vezes me tranco no meu quarto,apago as luzes,abro a janela e fico deitada,ouvindo nada.E acredita que isso me faz sentir mais pura e sóbria?(:


belo post amiga*:

O Velho disse...

Muito bom esse texto, meu amor.
Sempre fico feliz com as coisas que você comenta no Velho, principalmente agora que estou escrevendo a saga "O Lótus".

Que falta que você me faz!

Me perdoe essas semanas distantes, mas logo, logo, passaremos mais tempo juntos. Estou me esforçando ao máximo para não ter que trabalhar no domingo, pois o domingo, pelo menos ele, é nosso!
rsrs

Beijos, minha companheira. Te amo muito!

;-)

Ana Rita disse...

"Hoje simplesmente o que se passa aqui dentro...
é o Silêncio...
como pluma, como vento, calmo e suave..."

Eu não diria melhor...

Lindo!

Beijo :)

vah...em minhas transições disse...

Ô Flor...que delícia esse silêncio...
mas acho que poderia tambem dar um nome à ele: PLENITUDE...é quand a gente tá bem cm o que tem, qndo nao pecisa de algo de fora...
momentos raros, e marcantes....

um grande beijo
e obrigada pelo carinho e pela presença constante
com carinho
valeria ribeiro

Jhow Carvalho disse...

Olá minha querida amiga como está?...
Como sempre transformando as coisas mais simples em poemas maravilhosos.
Este poema curto, talvez um trecho, curto, mas maravilhoso como smpre e só como você sabe fazer.A o silêncio, o silêncio é nescessário pra que possamosouvir o nosso interior.
Beijos te amo...

manu disse...

Doce e meiga como sempre...

Bj linda menina...

Jhow Carvalho disse...

é minha flor você tem razão eu escrevi chorando sim, e foi desafio que a vida deu, eeu aprendi muito..beijos minha flor amo você...

O Profeta disse...

PAssei para te deixar um terno beijo...